sábado, 2 de novembro de 2013

Já que se fala tanto em poesia...

Puxa! Estou bem atrasadinha com meus posts...Peço a meus leitores que não me levem a mal. Aqui, realmente, é o espaço ideal para treinar e alimentar minha veia sedenta de escrita mas que, por um motivo ou por outro tenho contido ou adiado. Depois que conheci o Faceboook, venho inserindo minha fotos de passeios por lá com algum comentário. Manter contato com meu filho foi a única razão que me fez entrar para essa rede social pois ele não visita meu blog por falta de tempo. 
Por enquanto (vejam só, já vou escapulir daqui)...Como eu dizia: por enquanto, vou deixar uma poesia de minha lavra que já tem um certo tempo. Desculpem o atraso.

O SONHO.

Minha alma fugiu de meu corpo
em uma noite de sonho.
Esteve contigo,
jogou-se em teus braços
num último e terno afago.
Então, viu no teu olhar
que por alguma razão
teus passos queriam partir
mas teu coração queria ficar...

Fui acordada de repente...
Era tão forte, tão latente!
Aí me dei conta então,
que chegara perto a morte
para livrar-me da triste sorte
de continuar longe de ti.



Um comentário:

Roseane Viana disse...

Depois do FB e dos telefones com acesso à internet, os blogs deram uma caidinha. Eu continuo com minhas pavulagens porque gosto, mas dá vontade de parar também.
Eu acho o FB muito superficial, e nesse quesito gosto mais de blogs, com mais detalhes e informações.
Boa semana!

Uma coisa que adoro.

Uma coisa que adoro.
No inverno, fica tudo assim. Foto:D.B.

Os lagos

Os lagos
Pegamos nossos remos e varejões e saímos com muito cuidado para não triscar nos jacarés e sucuris. Foto: Veneide