quarta-feira, 11 de junho de 2008

Beleza não põe mesa...

Cowboy Valentine, Around the Campfire O amigo Alain enviou-me :
Uma mulher mal-encarada, antipática e muito, muito feia entra nas Lojas Americanas com duas crianças. O gerente da loja, querendo ser gentil, pergunta-lhe:
- São gêmeos?
A mulher, fazendo uma careta, que faz com que fique ainda mais feia, diz:

- Não, paspalho! O mais velho tem 9 e o mais novo tem 7 anos. Por quê?
Você, realmente, acha eles parecidos, seu idiota?
- Não... - diz o gerente - Eu só não pude acreditar que a senhora foi comida duas vezes!!!


Com uma resposta dessas o gerente da loja, mesmo pensando fazer um elogio para manter a cliente, para não levar para casa o desaforo tinha mais é que encerrar o « papo » com esse "desfecho".

Se beleza não põe mesa, feiúra não é sinônimo de falta-de-educação ou falta de gentileza, como prefiro chamar (e eu conheço feios maravilhosos e muito inteligentes).

Assim como a feiúra depende de quem olha, a beleza, por outro lado, depende do gosto (será que não é a mesma coisa ?) Bom, e quem é mais subjetivo : a beleza ou a feiúra ? Dizem que, quem ama o feio, bonito lhe parece. Acho que é verdade. E acho também que depende do contexto. Principalmente quando o dinheiro entra na jogada ! Tenho visto cada casal que, em matéria de estética, um não tem nada a ver com o outro, mas um geralmente tem mais dinheiro do que o outro. E, na maioria das vezes se entendem bem. Bom, não pretendo julgar ninguém, cada um sabe de si (eu nunca fui juiza mesmo, eu defendo o cliente e, não necessariamente ele tem que ter grana, embora possa ser bastante feio, rsrs).

Uma pessoa bonita pode parecer feia. Penso que todos já tiveram uma experiência nesse sentido. Vejamos : uma pessoa bonita, mas que não tem nada no cérebro além do necessário que trouxe no pacote quando veio ao mundo. Basta abrir a boca que você sai de perto, de fininho (ou correndo, mesmo).

Uma pessoa bonita mas, gabola, é pior ainda do que aquela que tem o cérebro oco.

Portanto, ser simples, mesmo sendo bonito, rico e inteligente pode ajudar a manter bons relacionamentos (juntar os três atributos é uma verdadeira bênção).

E, para quem tem a oportunidade, aproveite as festas juninas, pois tudo tem o tempo certo para acontecer. A beleza, a feiúra, a gentileza ou um munguzá ao redor de uma fogueira com o seu feio ou o seu belo, se for o caso.

Meu marido vai para uma reunião em Metz, no leste da França, e eu vou junto. Casa da sogra. Quem sabe sai um munguzá por lá?

Feliz dia dos namorados !
.

8 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Curta bastante esses momentos com o maridão. mas antes vá ao meu blog, pois preciso de vc. Postei 2 coisas num só post. Vá lá Preciso da sua ajuda. Para publicar as resenhas de filmes que faço aqui. Mas, para tanto, preciso dos comentários. Sem comentários, não há publicação.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo e o aguardo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Tathiana disse...

Pra mim, não dá pra julgar beleza e feiúra sem saber um mínimo sobre a pessoa. Porque as atitudes, inteligência deixam a pessoa bela ou feia. Tanto que algumas pessoas esteticamente consideradas bonitas, podem ser feias aos meus olhos. Exemplo daquele ator, Dado Dolabela. Algumas meninas acham ele lindo, eu acho horrível! rs. A beleza física é coisa perecível. Nossas atitudes, o impacto que elas tem ao nosso redor, não.
Beijos e feliz dia dos namorados.

Ernâni Motta disse...

Veneide,
Beleza e feiúra, é difícil determinar qual é a mais subjetiva, concordo com você. Aliás, disse o filósofo que a beleza pura pertence ao campo da imaginação. Eu, sem ser um grande estudioso das questões estéticas, digo que há uma correlação de beleza e feiúra com as de caráter e inteligência. Daí que não é raro se ver feios cheios de educação e sabedoria, e bonitos arrogantes e vazios de conhecimentos.
Há um preconceito latente nas pessoas que faz com que elas julguem os menos abastados e desprovidos do se convencionou chamar de belo de potenciais meliantes, o que é tão somente mais uma das “tolices” humanas. É visto a todo instante, em todos os lugares, que maus caracteres existem em todas as classes, independente de qualquer atributo físico ou estético, não é verdade?
E um feliz Dia dos Namorados para você e para o seu marido!

david disse...

Tudo é questão de ponto de vista...muda o ponto, muda a vista...

Boa viagem.

Menina do Rio disse...

Pois é...as vezes a gente se perde por ai mas acabamos pos nos reencontrar. Não imagina como gostei que viesse. Hoje passo rápido pq estou meio sem pc, mas assim que tiver tudo no esquema eu volto.

te deixo um beijo imenso de boa noite

Crisfonseca disse...

Olá Veneide, tudo bem?
Linda tua postagem, como teu blog, linda , linda.
Aceite minha demora em comentar, estou com o tempo corrido, em função de um novo desenho,obrigada pelas tuas palavras gentis deixadas no meu blog, volte sempre adoro ter vc la.
Super beijos,
Cris

Menina do Rio disse...

A concepção de feio e bonito é relativa. As pessoas são bonitas pelo que se apresentam e não pela estética, porque a beleza vem de dentro, independente de qualquer coisa. Tenho visto muita vitrine produzida e vazia, assim como vejo muito trapo precioso, portanto, tudo é uma questão de interior.

Tem um ótimo final de semana e fica bem querida.

Um beijo

tita coelho disse...

Adorei teu post Veneide... Disse tudo! Beleza não é sinônimo de bom caráter, de simpatia... e feiura tb não quer dizer nada!
E espero que tenhas aproveitado os momentos com o marido!!
beijos

Uma coisa que adoro.

Uma coisa que adoro.
No inverno, fica tudo assim. Foto:D.B.

Os lagos

Os lagos
Pegamos nossos remos e varejões e saímos com muito cuidado para não triscar nos jacarés e sucuris. Foto: Veneide