terça-feira, 3 de junho de 2008

Essa é para o meu marido ler lá na Antuérpia, Be.

Flaming June de Frederick Leighton
Pensei em te dizer,
pensei em te falar...
só pensei…
A boca não se abriu
a língua endureceu
a voz não saiu
o pensamento esvaeceu.
Calei o sentimento
Cruzei o pensamento
Frustrei o envolvimento.

De repente saiu
De repente jorrou
Sem mais conter, falei:

No nicho dos teus braços, sou mais forte,
O teu olhar assegura o meu norte
Os meus passos, seguros ao lado dos teus.
Em tuas mãos as minhas parecem grandes
No teu corpo, o meu encontra sua sorte.

Contigo sou capaz de subir ao mais alto pico
Sou capaz de descer ao mais profundo vale
Porque nao me castras, não me tolhes
Porque não me passas algemas.
A tua confiança me envolve
E tua simplicidade me dissolve.
Deixas-me livre para te seguir.
Deixas-me livre para escolher.
Deixas-me livre para te ajudar.
Para compartilhar…

No entanto, és mil em um só.
Sempre fazendo, sempre construindo
Sempre se ultrapassando.
O homem das mil profissões.
O homem das mil facetas:
Ora pintas um quadro, ora tocas o teu piano, ora desenhas,
Ora fabricas uma cômoda para as netas,
Ora fazes a escada de carvalho para a casa da filha,
Ora ajudas o filho com os carros.
E ainda consertas os da família!
Ora refazes o jardim comigo,
Ora reformas a casa da fazenda,
Ora pensas na barragem, ora matutas sobre a cerca,
Ora consertas o barco com o empregado (que método de fazer subir o barco p'ra terra hem!…só com duas pessoas, só tu mesmo!)
E mais Ora, ora, ora…

(Lá, eu administro tudo porque também né, é demais pra ti! Lá, eu vacino, coloco brincos nos bichos, planto... Trato e contrato e distrato. Lá, eu vejo as cobras antes de ti! Graças a Deus! Quanta coisa aprendemos! Deixa eu fazer também, né) !

E quando vais para o trabalho, o único que te paga o salário para tantas coisas que fazes, eu fico com uma saudade doida ! Mas é preciso ir. Lá, tu és o quimico, o físico (e ainda eras professor universitário). Só hoje que a reunião é na Bélgica e só voltas amanhã. Caramba! Brevemente, a aposentadoria… e ponto final para essas reuniões.

E não me deixas na mão!

Tanta atenção!
Ai, quantas emoções!
Agüentem corações!

Só tu mesmo para uma mulher com tanta energia como eu e com tanta ânsia de fazer também. Mas tu me superas!
Só tu para me fazer desistir do meu celibato, merde ! Ahahahahah !

AMO-TE! JE T'AIME! ICH LIEBE DICH! I LOVE YOU! (Nas linguas que você conhece. Só não sei como é em polonês).

.

18 comentários:

RoseStaccone disse...

Oi pri...
menina!! esse blog ta pra la de cultural, esse negocio que começou assim de forma amadora... virou coisa genuina, alto nivel de cultura!!!Parabens Ve, parabens meeeeerrrrrmo!!!
Sabe que eu acho? que vc devia começar a fazer a coisa de maneira profissional, em un jornal mesmo de papel entende?c sabe que se depender do meu apoio moral...Vc cria asas e voa ainda mais alto!!
bjossss, Ca te espero!

Veneide disse...

Oi prima,
Vc é um amor! obrigada pelo incentivo. sei que vc esta muito ocupada com sua formação italiana. espero que brevemente vc voltara a postar aquelas coisas lindas. estaremos por aih dia 20, se Deus quiser (e ele quer)
beijocas em vc e no primo(é né, o Antonio é meu primo, uai!)

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Que lindo, Veneide! Visite-me também, só faz visitas longe! Vá ao meu blog. Postei Excalibur.
wwwrenatacordeiro.blogspot.com/
não há ponto depois de www
Um beijo,
RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO

Tathiana disse...

Declaração na lingua universal do amor!
Beijos.

Ernâni Motta disse...

Nossa! Isso é amor pra 200 anos e mais um "tiquim"... rs.Sejam felizes, pois, isso é o que importa.
Ah! Você escreveu que é o posto é para o seu marido, mas, como vê, li também... rs.
Beijos.

Ernâni Motta disse...

Veneide, assisti aos clips e gostei bastante. Só me permita discordar do pedido feito, no primeiro, pois, as ações, pelo menos as que conheço, dos americanos na Amazônia foram devastadoras.
O Brasil precisa cuidar melhor e mais da Amazônia, concordo, mas que seja ele, o Brasil. A ajuda e a cooperação das demais Nações são importantes e bem vindas, sem, no entanto, ferir a nossa soberania. E isto não é cabotinismo, é a certeza de que temos brasileiros competentes para tanto, o que nos falta, em primeiro lugar, é aprender a votar para votarmos nos Homens certos e, por conseguinte, oportunidade aos nossos compatriotas sérios e talentosos para tal, não sei se você concorda.
Beijos.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

È lindo declarações de amoe, e tão raras hoje. Sua poesia pude apreciar sem pressa.Adorei.
Fiz postagem nova, apareça.
Um grande abraço

Veneide disse...

Para Renata:
vou amanhã por la. bjs

Para Tathiana:
Amor é amor né? Me aguarde. abrs

Para Hernani:
Seja sempre bem vindo,amigo. Viu as fotos do slide show? abrs

Veneide disse...

Para Hernani,

Até que enfim!
Inseri os clips que encontrei que pudessem colocar as pessoas para pensar sobre o assunto. Agradeço a vc pelo comentario e concordo. Sou completamente contra a atuação interessada dos americanos, das ONGs estrangeiras, etc, que se travestem de colaboradoras para disfarçar seu real interesse por nossa biodiversidade. Nos, brasileiros, se deixarmos de barganhar nossas riquezas e se planejarmos melhor nossas ações, seremos sim, capazes de resolver nossos problemas internos.
obrigada Hernani
bjs

Kiara Guedes disse...

As vezes venho aqui e sua poesia me cai como um bálsamo! Bjs

david disse...

Oh, comme c'est beau l'amour!

E em polonês acho que é kocham cię

tita coelho disse...

Veneide,
vim conhecer o teu blog o David me falou sobre ele e vim!
Adorei a homenagem que fiizeste para teu marido... Sem palavras rebuscadas... Tudo do coração mesmo!
Adorei teu blog!
abraços

Veneide disse...

Para David:
e como é em japonês?
David, me acode: o q esta havendo q eu n consigo enviar comentarios p teus posts? Aquela rodinha la roda, roda e depois aparece uma mensagem de conexão errada. Ja desisti uma porção de vezes.
abr

tita coelho disse...

Veneide,
olhei a barra de vídeo e está muito legal!Ficou certinha
Gostei demais :)
Beijos
P.S. "falo" com o david de tarde!
Beijos

tita coelho disse...

Entendi agora! :)
As fotos aparecem, mas o Slide show parece que está cortado Veneide, talvez se tu diminuires um pouco o tamanho dele?
beijos

Crisfonseca disse...

Olá Veneide,
Para se falar de um sentimento nobre, resta lhe apenas sublimes palavras. Tão bem escritas por te.
Beijos,
Cris

Ernâni Motta disse...

Veneide,

Falta equilibrio aos nossos governantes, infelizmente. Aí, o assunto é tratado nos limites, de um lado os "ecochatos"... rs, aliás, nem gosto muito desse termo, e do outro os predadores. E é por aí que os gringos se aproveitam. Pelo que se pode deduzir, então, que é preciso que os nossos políticos, apesar de repetirem exageradamente, entendam o que é "desenvolvimento sustentável". O povo que vive na amazônia, sobretudo, os ribeirinhos precisam de muito mais coisas do que simplesmente comida e para que se construa qualquer coisa faz-se necessário abrir espaço, isto, porém, não quer dizer que é para se sair derrubando as árvores descontroladamente. Essa conciliação não é dificil de se alcançar, basta ter boa vontade e, repito, equilibrio.
Um ótimo final de semana para você.
Beijos.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Que coisa linda amiga, esta declaração de amor para seu amado. Adorei. Seu blog, continua divino, imagens, poesias que dão prazer em visita-la. Fiz postagem nova, apareça por lá. Um abraço

Uma coisa que adoro.

Uma coisa que adoro.
No inverno, fica tudo assim. Foto:D.B.

Os lagos

Os lagos
Pegamos nossos remos e varejões e saímos com muito cuidado para não triscar nos jacarés e sucuris. Foto: Veneide