sábado, 20 de setembro de 2008

Teity Murici Fujishima

Teity, em sua plenitude. Lindo sorriso que ficará gravado em nossas mentes para sempre.


Abaixo, na feira da Fazendinha em 1985. Da esquerda para a direita: Teity, Kenzo(meu afilhado), Rafael (meu filho), Carla e Júnior, do Aroldo.


Kenzo abraçando Teity e Rafael, com Carla e Júnior.

Ausente por longo tempo dos blogs, peço desculpas aos amigos por não visitá-los com frequência e agradeço imensamente os comentários que fizeram em meus posts.

Muita tristeza no fim de semana que passou. Teity Murici Fujishima, médico recém formado, pai e marido, foi vítima de acidente de carro em São Paulo no dia 13 de setembro.
Teite era filho caçula de minha amiga de infância Elizete Murici e de meu amigo Chicahito Fujishima, meus compadres. Menino que vi crescer e acumular vitórias.

Eu queria postar alguma coisa mas não qualquer coisa. Eu não tinha espírito para isso.
Além disso, a conexão via linha telefônica é uma angústia.

Abaixo, dedico essas pobres rimas a todos desejando um feliz fim de semana:

Coração, terra de ninguém.
Dos poetas é a canção.
Esse órgão da circulação
Frio e ausente de paixão.

Sem paixão.
Só escravidão.
Palco da solidão.

Como neutralizar?
Como não mais pensar?
Teima em esperançar.
Pobre alma sem par!

Esperar...
Pensar ou amar?
Ou amar sem pensar?

Esmorecer?
Tudo esquecer?
Ou se entregar
Sem razão, sem medida, sem reflexão?
Só viver.
Mesmo sem rima: um vazio cruel!



.

19 comentários:

david disse...

Veneide, sinto muito por sua perda. Antinatural perder alguém tão jovem...uma inversão da vida como deveria ser.
Um abraço e que os sentimentos cicatrizem para o limite suportável.

Um abraço.

beto melodia disse...

olá, veneide.

sua falta sentimos e agora, somos solidários em sua tristeza pelos acontecimentos...

beijos em seu coração e um calmo final de semana.

Luiz Caio disse...

Oi querida amiga!
Sinto por ti, a triste perda do amigo querido!

Quanto aos versos..

Esmorecer? Tudo esquecer?
Ou se entregar Sem razão, sem medida, sem reflexão? Só viver.

A SOLIDÃO É POR VEZES TRISTE. MAS HÁ QUE SE TER PACIÊNCIA... A ENTREGA APENAS PELA ENTREGA, PODERÁ TRAZER-TE MAIS SOFRIMENTO! O VERDADEIRO AMOR SEMPRE VEM... É CLARO QUE TEMOS QUE IR ERRANDO ATÉ ENCONTRAR! MAS TEMOS QUE ERRAR, PELO MENOS IMAGINANDO QUE ESTAMOS NO CANINHO CERTO...

TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA!

poetaeusou . . . disse...

*
vergo-me á tua dor,
quase sempre
a vida é injusta . . .
,
muita força, deixo,
,
*

tita coelho disse...

Veneide,
Desejo muita força para ti diante dessa perda. É muito triste ver alguém jovem partir assim!
Beijos

Luiz Caio disse...

Oi querida amiga! como vai?
passei para deixar-lhe um abraço.

Senhora do Silêncio disse...

Meus sentimentos!

Lindas rimas!

Hoje eu queria ser um anjo...

Venha me visitar!
Bjs

Anônimo disse...

Bonjour chérie
je suis très peiné par la perte de ton filleul
j'aime beaucoup tes poésies
à très bientot
Dan

Paulo Henrique (PH) disse...

Olá, sou médico, amigo de Teity, formamos juntos pela faculdade de medicina do Oeste Paulista, e o que tenho que dizer sobre Teity:
Teity sempre foi uma pessoa maravilhosa, alegre, tirador de sarro dos amigos e colegas de faculda. Pessoa muito responsavel, dedicado, um pai e esposo amoroso. Quero dizer que todos nos sentimos sua falta. vc nos deixou um fazio enorme. Jamais esqueceremos vc. Amigo va com Deus e espero te encotrar ai no ceu ao lado de Deus para poder dar um forte abraço e batermos altos papos como faziamos em Prudente.



se alguem tiver o E-mail de Maíra, pesso por gentileza que me envie. obrigado

paulo_med@hotmail.com

Crisfonseca disse...

Olá Veneide

Sinto muito por tua perda.
Belas palavras vc dedicou.
Desejo lhe forças.
Grande abraço,
Cris


P.S. não esqueci a ilustração, estou com algumas a entregar.
Não esqueci estou a pensar com carinho.

Sahmany disse...

Pôxa amiga, sinto muito. Olha, uma vez me deram um texto que me ajudou muito quando perdi uma pessoa que eu amava demais. Vou passá-lo à você:

"PENSE EM MIM"

Se você me ama, não chore. Se você conhecesse o mistério insondável do céu onde me encontro...
Se você pudesse ver e sentir o que eu sinto e vejo nesses horizontes sem fim e nesta luz que tudo alcança e penetra, você jamais choraria por mim.

Estou agora absorvido pelo o encanto de Deus, pelas suas expressões de infinita beleza. Em confronto com esta nova vida as coisas do tempo passado, são pequenas e insignificantes.

Conservo ainda todo meu afeto por você e uma ternura que jamais lhe pude, em verdade revelar Amamo-nos ternamente em vida, mas tudo era então muito fugaz e limitado.
Vivo na serena expectativa de sua chegada, um dia...entre nós.

Pense em mim assim: nas suas lutas pense nesta maravilhosa morada onde não existe a morte e onde, juntos, viveremos no enlevo mais puro e mais intenso, junto à fonte inesgotável da alegria e do amor.

Se você verdadeiramente me ama, não chore mais por mim.

"EU ESTOU EM PAZ"
(desconheço o autor)

Fica bem tá?
Beijos

Roseane, disse...

Que triste isso...minha mãe me falou. Mas a vida é assim...imagino o sofrimento dos pais. Bjks

Luiz Caio disse...

Oi Veneide! Como vai?
Passei para desejar-lhe um lindo final de semana!

Beijosss.

Liz / Falando de tudo! disse...

nossa que triste, tao jovem tao bonito...uma famila que fica despedaçada, um futuro brilhante que se disperdiça...
amiga so nos resta lamentar...
acidentes, que levam pessoas queridos, tao triste!
uma abraço e muita força!!

beto melodia disse...

oi, veneide.

em visita lhe desejo paz e aceitação, em um bom fim de semana.
guarde a dor da perda, transformada em alegre saudade, bem guardada em seus pensamentos...

beijos em seu coração.

ROSA E OLIVIER disse...

...esse orgão da circulação...Lindo!...epara ti...

"te amo em silencio
e só o silencio sabe."

baci mille.

José disse...

A vida por vezes é cruel...e não se consegue entender o porquê destes dramas.
Cumprimentos par si e bons votos

Equipe Engenharia disse...

Esse cara era demais...

Saudades de ti TEITY... logo logo estaremos todos juntos...

Grande abraço meu amigão...

Rafael Centro Médico Sorocaba

Eu, sem clone disse...

Quase 3 anos se passaram da partida de nosso querido Teity! As saudades permanecem, porém, temos que aceitar sua ida. Agradecemos a todas as demonstrações de carinho aqui expressas. bjs

Uma coisa que adoro.

Uma coisa que adoro.
No inverno, fica tudo assim. Foto:D.B.

Os lagos

Os lagos
Pegamos nossos remos e varejões e saímos com muito cuidado para não triscar nos jacarés e sucuris. Foto: Veneide